Resenha: Todo Dia de David Levithan














Titulo: Todo Dia
Titulo Original: Every Day
Autor: David Levithan
Editora: Galera Record
Paginas: 280
Ano: 2013
ISBN: 9788501099518

O protagonista dessa historia é “A”, ele não é exatamente uma pessoa, ninguém sabe quem ele é, como ele surgiu e porque ele é do jeito que é, nem mesmo “A” sabe.

“A” parece ser uma entidade, um espirito ou alma, depende do seu ponto de vista, ele não tem corpo, ele acorda todos os dias em um corpo, uma casa e até mesmo em cidades diferente.


Um dia ele pode acordar em um corpo de menina ou de um menino e ele tem que aprender rapidamente os hábitos e as dificuldades que essas pessoas tem para que possa agir da mesma maneiras para não levantar suspeitas entre os amigos, familiares e em até mesmo na pessoa em que ele pegou emprestado o corpo por um dia.

A vida de “A” é basicamente viver a vida dos outros e saber lidar com as diferenças e até mesmo com os próprios preconceitos. O único padrão existente é que ele sempre ocupa um corpo de alguém coma sua idade e a única regra que ele se impõe que é não alterar a vida da pessoa que ocupa. Ele não liga muito para isso, pelo menos não muito, pois há muito tempo desistiu de encontrar as respostas para as sua perguntas, mas tudo muda quando ele se apaixonado por Rhiannon.

Rhiannon é a namorada de Justin, o corpo que “A” pegou emprestado um dia, e nesse dia ele percebeu que ela vive em um relacionamento abusivo, onde ela não recebe a devida atenção, carinho ou amor. E como consequência desse relacionamento Rhiannon é uma menina insegura, que sabe que sofre um relacionamento abusivo, mas que mesmo assim ela ainda insiste que ele vai mudar e nutre sentimentos por Justin. Confesso que ela me irritou em alguns momentos, mas no fim eu compreendi do porque ela age do jeito que age isso acontece e muito na nossa realidade.

A personalidade de Rhinnon faz com que ‘A’ sinta o desejo de protegê-la e mostra-la coisas boas e inesquecíveis, mostrar momentos felizes. Então todos os dias, em corpos diferentes, “A” se encontra com ela, quebrando a sua regra, todos os obstáculos e preconceitos, fazendo com que uma paixão entre ambos se inicia.

David nos mostra como a nossa sociedade é hipócrita, cheia de defeitos e como com simples gestos e palavras podem arruinar a vida de uma pessoa para smepre. David aborda diversos assuntos importantes e que devem ser debatidos. Conforme “A” muda de corpo, ele mostra como é uma rotina de uma pessoa obesa, diabética, homossexual, héteros, relacionamentos abusivos, depressão, automutilação, entre outros.

Esse livro é simplesmente um tapa na cara, teve momentos que eu tive dificuldade para acreditar que um determinado fato que acontece no livro realmente acontece, de maneira assustadoramente recorrente no mundo real.
Esse é um livro que todos deveriam ler, não importa a idade, ele nos faz refletir em tudo o que pensamos, como pensamos, nas nossas atitudes, quem nós somos e principalmente nos faz pensar nos nosso preconceito e como nos relacionamos com as pessoas que nos cercam.

Espero que tenham gostado!

Até a próxima e Boa Leitura!!!

4 comentários

  1. Sempre ouço muitos comentarios sobre esse livro mas nunca li. Esta na hora :)
    http://diarioleitorblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia,é muito bom. Você pode demorar pra engatar no começo, mas vai valer a pena. Espero que você goste tanto quanto eu!!!
      Boa Leitura!

      Excluir
  2. O livro ser realmente muito bom, já ouvi muitas pessoas falarem dele, mas nunca li. Espero ler em breve! ;-) intagram: @interimliterario

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim, garanto que você não vai se arrepender!!!

      Excluir

Topo