3 Livros Nacionais Para Ter Fé na Literatura Nacional Atual


Levante-se olhe para a sua estante e conte quantos livros nacionais tem na sua estante. Não! Melhor. Conte quantos dos livros nacionais que você já leu eram realmente bons e você não se arrependeu de ter gastado o seu tempo lendo. Eu não sei se foram muitas as decepções ou surpresas, mas eu tenho quase certeza de que a média provavelmente não é boa. Por isso eu estou fazendo este post, para mostrar que devemos ter fé na literatura brasileira, pois assim como temos os livros projetos de lixo também temos as nossas pérolas como todos os outros países. Então vamos começar a "Lista da Fé na Literatura Brasileira"!


1 - "Azar o seu!" da Carol Sabar

Sinopse: Parada num engarrafamento no Rio de Janeiro, Bia está pensando em sua vida azarada. O motorista do carro ao lado tenta se comunicar com ela, mas Bia não o reconhece. Então, ele sai do carro, mas não tem tempo de se explicar, pois começa um violento tiroteio, e eles se jogam lado a lado no asfalto. Certa de que está prestes a morrer, Bia entra em desespero e se prepara para dizer suas últimas palavras, na esperança de que o suposto desconhecido possa levar um recado a Guga, seu amor da adolescência, sem perceber que é ele próprio que está ali, ouvindo a inesperada declaração de amor! Os dois escapam juntos do tiroteio e, a partir daí começam a se envolver, dia após dia. Guga, sem coragem de assumir sua verdadeira identidade, e Bia, feliz consigo mesma, por finalmente estar se apaixonando por alguém que não é Guga. Nunca uma maré de azar foi tão engraçada!

Mini resenha: Um chick-lit delicioso de ler, deu até pena quando acabou. A estória da Bia e do Guga me rendeu altas risadas e foi a responsável por me fazer amar o gênero em que o livro se encontra. Portador de personagens que transbordam brasilidades, este livro nos mostra que a cultura brasileira merece uma livraria inteira só de livros voltadas para ela, pois convenhamos o nosso jeito de lidar com as coisas é único e extremamente engraçado.

2 - "Boa Noite" da Pam Gonçalves

Sinopse: Alina quer deixar seu passado para trás. Boa aluna, boa filha, boa menina. Não que tudo isso seja ruim, mas também não faz dela a mais popular da escola. Agora, na universidade, ela quer finalmente ser legal, pertencer, começar de novo. O curso de Engenharia da Computação — em uma turma repleta de garotos que não acreditam que mulheres podem entender de números —, a vida em uma república e novos amigos parecem oferecer tudo que Alina quer. Ela só não sabia que os desafios estariam muito além de sua vida social. Quando decide deixar de vez o rótulo de nerd esquisitona para trás, tudo se complica. Além de festas, bebida e paquera, uma página de fofocas é criada na internet, e mensagens sobre abusos e drogas começam a aparecer. Alina não tinha como prever que seria tragada para o meio de tudo aquilo nem que teria a chance de fazer alguma diferença. De uma hora para outra, parece que o que ela mais quer é voltar para casa.

Mini resenha: Trata de assuntos difíceis e que realmente existem com um toque de leveza e humor, fazendo a gente pensar melhor sobre todos os acontecimentos que nos afetam ou a outra pessoa e nos mostra que talvez nem sempre as pessoas são quem nós pensamos que elas são. A Pam simplesmente arrasou no seu primeiro livro (Livro! Não, conto!) e eu não vejo a hora ler seu próximo lançamento. 

3 - " Manual prático de bons modos em livrarias" da Lilian Dorea

Sinopse: Em 2011 a livreira Lilian Dorea criou o blog [manual prático de bons modos em livrarias], para revelar histórias saborosas e hilárias de seus atendimentos em livrarias. O sucesso foi imediato, e ela passou a receber relatos de outros livreiros. Agora, transformado em livro, ela reúne os melhores 'causos' do blog, histórias inéditas, curiosidades, dicas de livros, blogs, sites e, claro, livrarias e sebos. Se você quiser evitar ser o novo protagonista de um post do [manual prático de bons modos em livrarias] é melhor ler este livro com toda atenção e aprender a 'etiqueta' das livrarias.

Mini  resenha: Qualquer ser humano que um dia colocou seus pés dentro de uma livraria deveria ler este livro. Eu como uma cliente assídua de livrarias o li e digo para vocês de primeira mão que o pensamento que mais esteve presente em minha mente durante esta leitura foi "Será que eu já fiz isso?", e foi também por causa deste livro que antes de falar qualquer coisa para um(a) livreiro(a) eu formava a frase e minha cabeça e a repetia diversas vezes para ter certeza que não estava cometendo nenhuma gafe ao repeti-la em voz alta.

Obviamente, estes não são os únicos livros nacionais que valem a pena ler, há  outros milhões que são fantásticos, mas para este post esses foram os meus escolhidos. E observando agora, esta também podia ser uma lista de autoras que representam o #GirlPower na literatura brasileira. Espero que tenham gostado e até o próximo post.




Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo